Criação de um comitê ad hoc para investigar o caso de supostos acordos entre empresas de petróleo

O Gabinete Real divulgou um comunicado de imprensa na quarta-feira, 29 de julho, no qual informava que Sua Majestade o Rei Mohammed VI decidiu constituir uma comissão ad hoc responsável por realizar as investigações necessárias para esclarecer a situação no processo de alegar acordos entre companhias petrolíferas e submeter a Sua Alta Atenção um relatório detalhado sobre o assunto o mais rápido possível.

Este comunicado de imprensa surge após a recepção de duas notas do Presidente do Conselho da Concorrência sobre "possíveis acordos entre empresas petrolíferas e o Grupo Marroquino do Petróleo".

Na primeira nota, o presidente trouxe ao conhecimento de Sua Majestade o Rei, o conteúdo da "decisão adoptada em plenário, quarta-feira, dia 22 de Julho, por 12 votos a favor e 1 voto contra", de impor uma sanção pecuniária um montante de "9% do volume de negócios anual alcançado em Marrocos" para os 3 principais distribuidores e um montante inferior para as restantes empresas.

Na terça-feira, 28 de julho de 2020, Sua Majestade o Rei recebeu uma segunda nota do Presidente sobre o mesmo assunto, na qual o interessado informava Sua Majestade o Rei do "montante das sanções impostas" aos distribuidores, durante a sessão plenária de 27 de julho. Desta vez, o montante foi fixado em 8% do volume de negócios anual, sem distinção entre empresas e sem qualquer indicação de distribuição de votos.

Além disso, o Soberano também recebeu, em 28 de julho de 2020, um arquivo de vários membros do Conselho no qual observam que “a gestão deste arquivo foi caracterizada por transgressões processuais e ações por parte do presidente. que mancham a qualidade e a imparcialidade da decisão do Conselho ”.

A missão de coordenação desta comissão ad hoc, composta pelos dois presidentes das câmaras do Parlamento, o presidente do Tribunal Constitucional, o presidente do Tribunal de Contas, o Wali Bank Al-Maghrib e o presidente da Instância de probidade , a prevenção e o combate à corrupção, serão levados a cabo pelo Secretário-Geral do Governo.

Fonte: Ministério da Cultura, Juventude e Esportes, Departamento de Comunicação, Atividades Reais, "Acordo entre petroleiras: Sua Majestade o Rei cria uma comissão para investigar o processo de cartéis", 29 de julho. 2020: http://www.maroc.ma/fr/activites-royales/entente-entre-petroliers-sa-majeste-le-roi-constitue-une-commission-pour-enqueter

Laisser un commentaire

Votre adresse e-mail ne sera pas publiée.